Guia completo sobre cânfora!

O que é cânfora?

Resultado de imagem para CÂNFORA

A cânfora pode ser um produto natural ou sintético ou uma mistura de ambos. O produto natural vem da madeira da cânfora, Cinnamomum camphora, que normalmente é encontrada na Ásia. A cânfora tem sido usada como agente aromatizante na culinária asiática e em cerimônias religiosas.

Resultado de imagem para CÂNFORA

Os produtos que contêm cânfora são geralmente aplicados à pele. A ingestão de tais produtos contendo cânfora pode resultar em envenenamento e causar uma série de efeitos colaterais adversos e potencialmente fatais. No entanto, na Alemanha houve a aprovação de cânfora para uso interno e externo para distúrbios da regulação da circulação hipotônica, em casos de muco no trato respiratório, reumatismo muscular ou problemas cardíacos.

Vários produtos combinados contendo cânfora e outros suplementos, beneficiam pacientes com um tipo de pressão arterial baixa chamada hipotensão ortostática.

Os chineses usaram o óleo da de cânfora para fins medicinais por séculos.

História da cânfora

A cânfora, obtida da Cinnamomum Camphora e, no estado bruto, é importada principalmente do Cantão, onde sofre purificação antes se destinar ao uso medicinal.

Imagem relacionada

A cânfora está nos locais mais quentes da Ásia. Ela prospera em países quentes e é cultivada pelos italianos para ornamentação. É uma árvore aromática, todas as partes dela produzindo o odor e dando o sabor da cânfora. A cânfora é vista no Japão, onde a madeira é cortada, fervida em água, e transformada em um pó cinza.

Benefícios da cânfora para a saúde

Estudos em seres humanos mostraram que o extrato de cânfora combinado com espinheira santa pode melhorar a pressão arterial em pacientes com hipotensão ortostática.

A cânfora pode reduzir a dor da osteoartrite do joelho.

Resultado de imagem para MASSAGEM OLEO

No entanto, a cânfora pode ser abortiva (induz o aborto), analgésica anestésica, anti-helmíntica (expulsa vermes parasitas), anticonvulsivante, anti-inflamatória, anticoceira, antitranspirante, antisséptica, afrodisíaca (aumenta o desejo sexual).

A cânfora também é usada na aromaterapia, contra a asma, bronquite queimaduras, é carminativa (expulsa gases), é estimulante circulatório, serve contra resfriado comum, tosse, supressão da tosse, descongestionante, para higiene dental, contra a diarreia.

Também é usada como expectorante (liberação de muco), distúrbios oculares, febre, aromatizantes de alimentos, hemorroidas, vírus herpes simples, hipertensão arterial, contra histeria, contra indigestão, contra batimentos cardíacos irregulares, contra icterícia, úlceras nas pernas, estimulação do fluxo menstrual, nervosismo, parasitas, pneumonia, reumatismo (dor nas articulações, músculos e tecidos conjuntivos), rosácea, sarna, enjoo.

Serve a cânfora como sedativo, (sistema cardíaco, sistema nervoso central), inchaço, verrugas e muito mais.

Como usar a cânfora?

Resultado de imagem para CANFORA REPELENTE

Para a aplicação na pele, recomenda-se uma dose geral de 10-20% em preparações de cânfora, como cremes. Não existe uma dose de cânfora segura ou eficaz comprovada em crianças.

Os produtos que têm cânfora são geralmente aplicados na pele. Essas preparações podem ser potencialmente venenosas se tomadas por via oral e podem induzir uma série de efeitos colaterais adversos e potencialmente fatais.

O óleo de cânfora também é usado para fazer vernizes e tintas, bem como repelir mariposas e outros insetos. Também pode ser usado para dissolver várias resinas. Além dos vários benefícios da cânfora, há precauções que devem ser mantidas ao usar a substância.

Envenenamento por cânfora

Recomenda-se precaução quando se utiliza qualquer preparação interna de cânfora, devido à sua potencial toxicidade.

Os efeitos secundários podem incluir dermatite, eczema, fadiga ou cálculos biliares.

Os sintomas de envenenamento por cânfora podem incluir náuseas e vômitos, frequência cardíaca anormalmente rápida, choque circulatório periférico, aumentos nas enzimas hepáticas, espasmos musculares ou tremores, convulsões, agitação, coma, dor de cabeça, fadiga, sonolência, dano ao sistema nervoso central, visão desfocada, inflamação da córnea e do olho, apneia, depressão respiratória, lesões na boca, danos nos rins, cianose (cor azulada) dos lábios e letargia.

Resultado de imagem para camphor

A cânfora pode ser venenosa quando engolida. Como a cânfora é um material comum usado em tratamentos de tórax e vaporizadores para ajudar a respiração, ela torna as vias aéreas mais sensíveis ao ar frio, o que proporciona alívio falso do congestionamento nasal.

Mas os pacientes podem ficar muito doentes se engolirem compostos com cânfora. As convulsões podem começar dentro de cinco minutos após a ingestão. Quantidades excessivas de cânfora esfregada no tórax também podem causar convulsões!

Até 10 ml de cânfora pode ser letal para crianças quando engolido. Além das convulsões, os sintomas de intoxicação por cânfora incluem náuseas, vômitos, agitação e dores de estômago.

A toxicidade do óleo de cânfora pode ser absorvida pela pele, tornando-se uma solução perigosa para as mulheres grávidas. A cânfora pode se transferir através da placenta para o feto, causando defeitos de nascimento e natimortos. O óleo de cânfora pode ser particularmente perigoso e pode causar defeitos de nascimento mesmo quando inalado.

Finalmente, altas doses de cânfora inalada podem resultar em dificuldades congestivas, no entanto, e a exposição contínua pode levar a disfunções respiratórias, como o enfisema.

Contraindicações da cânfora

Há pessoas com alergia conhecida ou sensibilidade à cânfora ou a qualquer um dos seus componentes. A dermatite de contato foi relatada.

Evite o uso de cânfora em pele ferida ou machucada, bem como em pessoas com porfiria, que é uma doença rara em que a heme, um uma parte importante da hemoglobina (a proteína nos glóbulos vermelhos que transporta oxigênio) não é feita adequadamente.

Pessoas com câncer devem evitar a cânfora por conta da toxicidade.

Também não use cânfora em pessoas com problemas gastrointestinais infecciosos ou inflamatórios, mulheres grávidas e durante a amamentação.

Como se vê, o uso da cânfora deve ser feito com consciência e moderação devido à sua toxicidade.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
  Subscribe  
Notify of